Abertas inscrições para a Olimpíada Brasileira de Matemática

2020-02-20 10:27:00 - Jornalista: Joice Trindade
Compartilhe:  
Imagem de alunos em sala de aula
Foto: Ana Chaffin / Arquivo Secom
Cadastro online pode ser feita até o dia 20 de março

Estão abertas até o dia 20 de março, as inscrições para a 16ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP- 2020). O cadastro está acontecendo na página oficial da programação obmep.org.br. Dirigida aos alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e do Ensino Médio, de escolas públicas e privadas, bem como professores, escolas e secretarias de educação, a Obmep tem o objetivo de estimular e promover o estudo da Matemática. A Olimpíada é considerada a maior competição estudantil do país.

A avaliação será aplicada em duas fases, sendo que a primeira vai abranger prova objetiva, no dia 26 de maio e a segunda composta por questões discursivas, em 26 de setembro. A rede municipal tem um currículo significativo de conquistas na Obmep. No ano letivo de 2019, a conquista do ensino municipal foi de uma medalha de ouro e sete de bronze. Já em 2018, a educação de Macaé ganhou 28 menções honrosas e três medalhas de bronze. Também foram premiados o professor Uilson Franco Marinho (Polivalente Anísio Teixeira) e o Colégio Municipal Sana. Em 2019, mais de 18 milhões de alunos participaram da olimpíada.

De acordo com o secretário de Educação, que também é professor de Matemática Aplicada, Guto Garcia, a Obmep contribui com o processo de ensino. "Todos das escolas municipais estão de parabéns. Estamos conseguindo revelar potencialidades e motivar alunos na escolha profissional pelas carreiras científicas e tecnológicas. Programações como essa ajudam incentivar o ingresso em universidades, destacar o aperfeiçoamento dos professores e fortalecer a integração dos espaços escolares com as universidades públicas, institutos de pesquisa e as sociedades científicas" ressaltou.

Segundo a coordenadora de Matemática (6º ao 9º ano), Vanessa Arenari, a Obmep também tem como propostas contribuir para melhoria da qualidade da educação básica. "Além da prova, a olimpíada disponibiliza um vasto material didático e um programa de formação para os educadores", observou.

Laboratório - Macaé conta com o Laboratório Interativo de Educação Matemática Ana Kaleff (Lemak) e o Museu Interativo Inclusivo de Educação Matemática (LEMi), da Secretaria de Educação. Ambos estão abertos para visitação pública. O horário de funcionamento é às segundas, terças e sextas-feiras, das 9h às 11h30 e das 14h às 17h30; às quartas e quintas, somente no turno da tarde, no mesmo horário. A entrada é gratuita.

A prioridade é atender alunos das redes pública e privada do município, mas toda a comunidade pode visitar e conhecer o Lamek/LEMi, que funcionam de forma integrada no hall do prédio administrativo da Secretaria Adjunta de Ensino Superior. O laboratório também está à frente do projeto "Vendo com as mãos", através da parceria com a Pró-Reitoria de Extensão (PROEX/UFF). A proposta é desenvolver recursos didáticos manipulativos especiais de baixo custo destinados a alunos com deficiência visual. Outro objetivo é destacar a inclusão de alunos com alguma deficiência nas salas de aula das escolas regulares.

Busca

Acesso Rápido

Destaque