Ações e trabalho de campo marcam a semana na Habitação

2019-04-12 12:58:00 - Jornalista: Mônica Braga
Compartilhe:  
um caminhão com mudanças e pessoas ao redor
Foto: Divulgação
Atividades fazem parte do cronograma de entrega das 128 unidades habitacionai

Desde segunda-feira (8), a equipe da Secretaria Adjunta de Habitação está envolvida no processo de demolição das casas construídas em áreas de risco e impróprias do Complexo da Ajuda. Os profissionais também acompanham todo o trabalho de mudança das famílias para o Conjunto Habitacional Carlos Emir Mussi, no Bosque Azul.

Essas ações fazem parte do cronograma de entrega das 128 unidades habitacionais, e conta com uma força-tarefa onde participa, além da Habitação, a equipe de Pronta Ação formada por integrantes da Secretaria de Ordem Pública, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Serviços Públicos, Ambiente e Sustentabilidade, Procuradoria Geral, além das polícias Civil e Militar.

O secretário de Infraestrutura, Célio Chapeta, acompanhou as atividades e pontuou a importância da integração das equipes. "Segurança para cumprir o planejado e tudo de forma adequada para o sucesso da ação, a união é muito importante", disse Chapeta.

Os arquitetos Adriana Marcondes e Renato Schueler, e os engenheiros Alessandra Schueler, Edson Avelar e Geovane Vieira acompanham juntos com a assistente social Eliene Silva, todo o processo. Esses profissionais atuam na Habitação e estão diretamente ligados às ações. Até esta etapa, muitas outras atividades de suporte às famílias aconteceram, como oficinas para melhor convívio em condomínios, visitas guiadas, informações sobre o imóvel para melhor planejamento (planta e pavimentos) e conhecimento sobre adaptações para necessidades especiais. Essa semana, o trabalho envolveu ainda o acompanhando das demolições das casas (origem) e o processo de mudança das famílias para a nova residência (destino).

"O acompanhamento acontece junto com toda a equipe da Habitação. As demolições são feitas com autorização do morador, quando este se encontra já residente na nova casa. Assim, junto com a empresa concessionária, o relógio é desabilitado para que ocorra a ação de demolição. E no Conjunto Habitacional do Bosque Azul, a equipe também dá suporte no processo de mudança", registrou Eliene, assistente social.

Tânia Jardim, secretária de Habitação, dá ênfase a importância do trabalho de campo da equipe técnica social. "O acompanhamento e assistência é primordial para o cumprimento das ações. A equipe está à disposição no decorrer de todo processo, assim também, como qualquer dúvida ou imprevisto que possa vir acontecer. Estamos diretamente nessa ação", pontuou a secretária, acrescentando que o trabalho continuará durante o decorrer da semana que vem, a fim de concluir o objetivo.

As famílias que estão mudando para o Conjunto Habitacional Carlos Emir Mussi, são oriundas de construções impróprias do Complexo da Ajuda. A Regularização Fundiária foi um grande avanço das políticas públicas na área de habitação, que consiste na regularização de assentamentos irregulares e a titulação de seus ocupantes, de modo a garantir o direito social à moradia.

Busca

Acesso Rápido

Destaque