Cultura e Trabalho e Renda unidas em prol do artesão macaense

2005-11-10 16:54:34 - Jornalista: Alexandre Bordalo
Compartilhe:  

Atendendo uma das reivindicações apresentadas no I Fórum Interno de Cultura – realizado em setembro, nas dependências do Centro Macaé de Cultura -, a presidente da Fundação Macaé de Cultura, Ivana Mussi, esteve reunida com o secretário de Trabalho e Renda, Cláudio Bogado, nesta semana. Em pauta:assuntos referentes à promoção dos artesãos macaenses.

Dentre os temas discutidos na reunião estiveram: a emissão da carteira do artesão, a criação do espaço próprio para a classe, a Casa do Artesão, e a reestruturação do artesanato de Macaé, com dias, local e horários certos para os cerca de 600 profissionais trabalharem, pois atualmente se encontram espalhados, trabalhando em vários locais da cidade.

Segundo o assessor da Fundação Macaé de Cultura, Luca Loureiro, com os critérios já estabelecidos pela marca Macabaíba é gerado um selo de qualificação, tornando aptos os artesãos. Além disso, eles participarão de uma série de atividades de como se organizarem profissionalmente “Eles serão encaminhados à secretaria municipal de Trabalho e Renda, onde vão assistir a um conjunto de palestras, cujos temas são cooperativismo, associativismo e outros assuntos”, conta.

De acordo com Loureiro, tudo isso também pode acontecer com a criação da Casa do Artesão, onde outras palestras seriam conferidas, além de possibilitar a troca de experiência e propiciar um ponto de encontro da classe. O assessor ainda ressalta a parceria entre os dois órgãos governamentais do município de Macaé e diz que futuramente outras secretarias irão participar desta reestruturação do artesanato macaense.

Busca

Acesso Rápido

Destaque